Peeling para o ano todo: conheça os principais tipos de peelings

Peeling para o ano todo: conheça os principais tipos de peelings

Escrito em 13/06/2018
Spa da pele

18

Independentemente da idade, toda mulher deseja se sentir poderosa — e um dos requisitos para manter a autoestima nas alturas é manter a pele lisa e sedosa como um pêssego. Como o peeling é um dos procedimentos mais desejados, para que você ofereça o melhor serviço do mercado, é essencial conhecer os tipos de peeling disponíveis e quais são as suas peculiaridades.

Ao remover as camadas mais externas da epiderme, o peeling deixa a pele com uma aparência muito mais bonita, macia e saudável. Pensando nisso, pesquisamos e separamos alguns tipos de peelings que podem ser realizados durante o ano todo — o que garante a felicidade da sua clientela e a sua agenda cheia em todas as estações. Vamos conferir?

Peeling de ácido kójico

Além do fator esfoliante, é um poderoso despigmentante que pode ser usado o ano todo. O ácido kójico clareia a pele imediatamente após a sua realização. Sua ação inclui a inibição da tirosinase, por quelação dos íons cobre (núcleo metálico do pigmento melanina) e, por consequência atua na diminuição da síntese de melanina.

Desse modo, esse tipo de peeling é ideal para pacientes que lutam contra o melasma e as manchas provocadas pelo Sol e também pela acne — sejam na face ou em qualquer outra parte do corpo como axilas, cotovelos e virilhas

Peeling de ácido glicólico

O ácido glicólico é um tipo de peeling que produz um efeito rejuvenescedor imediato do estrato córneo, removendo o excesso de células mortas — o que deixa a pele mais macia e diminui as rugas, bem como melhora a aparência de manchas de sol e cicatrizes de acnes.

Ter o ácido glicólico na composição, quando de uso profissional, faz com que esse tipo de peeling seja considerado bem mais agressivo. Justamente porque ele tem um baixo peso molecular,  o que permite que o ácido glicólico penetre mais rapidamente na pele,e é por isso mesmo que é indicado para peles mais resistentes.  Aplicado principalmente no rosto, esse tipo de peeling também é bastante utilizado nas mãos, no pescoço e no corpo.

O ácido glicólico pode também ser considerado um peeling versátil, pois tanto pode ser usado para tratar flacidez, rugas, manchas e estrias, como pode ser utilizado antes de aplicação de peelings médicos e tratamentos a laser. Tudo depende de sua formulação e da necessidade do cliente, mas em ambos os casos pode ser usado o ano todo.

Uma curiosidade sobre o ácido glicólico é que ele é muito encontrado na composição de diversos cosméticos para tratamentos home care, mas em concentrações menores, é claro — o que é muito importante para a manutenção contínua da pele.

Peeling de ácido mandélico e málico

Utilizados em associação ou separadamente, esses ácidos frutais possuem peso molecular maior que o ácido glicólico, sendo considerados esfoliantes altamente seguros para usar em qualquer tipo de pele, inclusive as mais sensíveis. Por serem tão seguros, são os mais indicados para tratar, com eficiência, as manchas em peles negras e asiáticas.

O que a maioria não sabe, é que o peeling de ácidos mandélico e málico possui moléculas similares a de alguns antibióticos, o que lhe dá propriedades antisséptica e cicatrizante — e são nesses pontos que temos os melhores resultados para tratar peles acneicas. Além de ser um peeling para usar o ano todo, ele oferece mais juventude e ainda contribui para a manutenção da firmeza da pele.

Peeling amazônico

Podendo ser realizado em qualquer época do ano e em todos os tipos de pele, o peeling amazônico é uma combinação perfeita de raízes e folhas de plantas brasileiras, enzimas de frutas tropicais e ácidos orgânicos. Diferentemente de outros tipos de peeling, é capaz de promover sozinho 3 ações: química, mecânica e enzimática.

Atuando em sinergia, os componentes agem sobre a queratina da pele e dissolvem instantaneamente as células mortas, além de removerem o excesso de melanina superficial e clarearem a pele em até 3 tons. Atualmente, é um dos peelings mais utilizados quando o assunto é rejuvenescimento e lifting, pois o resultado é percebido de imediato pelo cliente após a sua aplicação.

Considerado um peeling inteligente, é possível variar o nível de sua profundidade, conforme o objetivo do profissional e as necessidades de cada cliente — e isso o torna muito mais seguro que os outros peelings. Além do mais, ele não provoca descamação alguma nem vermelhidão após o procedimento.

Sua eficiência vai além, tendo em vista que ainda promove a hidratação e tem efeito antioxidante, devido aos componentes anti-inflamatórios e cicatrizantes — o que protege a epiderme. O peeling amazônico tem a sua eficácia comprovada e é indicado para:

  • pessoas que têm pele ressecada e áspera;
  • clientes que querem se livrar de manchas ou cicatrizes hiperpigmentadas de acnes e até estrias;
  • quem precisa tratar rugas — tendo em vista que são úteis tanto na amenização de linhas finas como de vincos (linhas mais profundas).

Por esses motivos, o peeling amazônico é, certamente, um dos melhores tipos de peeling disponíveis no mercado, atualmente. Nós usamos em nossas Franquias DAY SPA da PELE e as clientes amam!

Por isso, não vamos deixar de destacar que, para realizar o procedimento de peeling, a profissional deve ser habilitada e treinada para ter o máximo de conhecimento sobre as técnicas que aplicará. Assim, ao eleger qual o tipo de peeling é mais adequado para a necessidade do cliente, oferecerá o máximo de resultados com o menor risco.

Combinar essas informações úteis, permite que a esteticista tenha mais garantia e mais segurança na realização dos atendimentos durante o ano todo, além de oferecer os melhores tratamentos. É reconhecimento e sucesso!

Quer experimentar ótimos produtos para os diferentes tipos de peeling agora mesmo? Estamos aqui na SPA da Pele, entre em contato  para adquiri-los!

E fique de olho, porque tem muito mais dicas incríveis chegando para você!

Lucienne Souza